DIAGRAMA DE PARETO E O USO NAS 4 ETAPAS DO CICLO PDCA

O Diagrama de Pareto recebe este nome por causa de um economista que o desenvolveu e se chamava Vilfredo Pareto (1848-1923). Para quem quiser saber sua biografia ( https://www.ebiografia.com/vilfredo_pareto/ ).

Este diagrama é também conhecido como Gráfico ABC ou Diagrama 20-80.

E o que é o Diagrama de Pareto?

Antes de mais nada vamos explicar que o Diagrama de Pareto é uma representação gráfica de barras verticais onde mostram os dados que foram obtidos de medições e torna evidente e visual os aspectos que devem ser estudados, o que ajuda a estratificação e priorização de um problema ou ainda permite verificar metas pré-estabelecidas e específicas.

O Diagrama de Pareto é a solução ideal quando não conseguimos usar, por exemplo, a carta de controle para mostrar dados de um problema, pois não tem a limitação estatística do número de amostras.

Pode ser usado para fenômenos ou causas e para representar metas de uma maneira geral.

Sendo assim é ideal para pequenos empreendedores ou MEI’s que conseguem assim criar gráficos de fácil visualização de metas, para processos financeiros ou de qualquer outro que necessite dados de acompanhamento.

Diagrama de Pareto no ciclo de PDCA

O Diagrama de Pareto pode ser executado nas etapas do PDCA (caso ainda tenha dúvidas, veja nosso blog a respeito https://outcome-process.com/pdca/).

Primeiramente, na parte de identificação dos problemas na etapa P do PDCA, o Diagrama de Pareto é eficaz para priorização de temas e o estabelecimento de metas numéricas que serão perseguidas ao longo do ciclo de PDCA.

Do mesmo modo, na parte de análise do problema em P, Pareto pode ser usada para visualizar os dados obtidos a partir da obtenção dos dados relacionados a problemas.

Imediatamente, na parte da análise do processo em P ainda, é usado para visualizar as possíveis causas para que possa de forma simples escolher as mais sensíveis que quando tratada ajude a atingir a melhoria proposta.

Analogamente, na etapa de verificação, o C do PDCA, para a comparação dos dados que foram colhidos antes e depois de colocado em prática as melhorias nos processos.

Essas comparações, fáceis de notar, faz com que seja possível verificar como a melhoria impactou o processo e se alcançou a meta planejada.

Similarmente, para a parte de conclusão na etapa A do PDCA, o Diagrama de Pareto mostra de forma visual e clara, qual devem ser os problemas que ainda restaram para ser resolvidos e deverão ser tratados em um novo ciclo no futuro.

Precauções na elaboração

Para a elaboração do Diagrama de Pareto é importante tomar as seguintes precauções:

  • Se houver a categoria “outros” esta não deve representar uma das maiores porcentagens.
  • É preferencial que os dados sejam numéricos
  • Se um dos fatores relacionados puder ser resolvido imediatamente, mesmo que sua contribuição seja pequena, deverá ser solucionado.
  • É necessário para a melhoria contínua executar diagramas de causas.

Conseguiu entender?

Ao longo do tempo começaremos a explicar cada ferramenta da qualidade e como deve ser aplicada.

Siga nosso blog e saiba mais sobre outras ferramentas da qualidade.

Se você preferir vídeo, acompanhe também nosso canal do youtube para ver mais explicações, segue link abaixo:

https://www.youtube.com/channel/UCDlvcAy-JAgwkI6lioIdZOA?view_as=subscriber

AGENDE SUA CONSULTORIA GRATUITA

VEJA O QUE VOCÊ VAI RECEBER NESSA CONSULTORIA:

Entender quais são os principais processos da sua empresa;

Aprender conceitos fundamentais para gerir melhor esses processos; e

Receber dicas de como montar os processos e possíveis melhorias.

SELECIONE DIA E HORÁRIO PARA CONSULTORIA GRATUITA

SIGA – NOS NAS MÍDIAS SOCIAIS:

OUTCOME MELHORIA CONTÍNUA – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Política de Privacidade | Termos de Uso

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Dúvidas? Fale Conosco!